resultados-mundiais

Resultados dos Indicadores Mundiais

22 MAR, 2019 / POR: ACIONISTA.COM.BR

Bandeira dos EUA

EUA

PMI de Serviços cai a 54,8 pontos em Março.

PMI Industrial cai a 52,5 pontos em Março.

Venda de imóveis usados residenciais sobe 11,8% em fevereiro, em decorrência de uma combinação de menores taxas hipotecárias, aumento na receita e maior confiança dos consumidores.

Os dados mais fracos da indústria geram preocupação da economia global que leva aos principais índices acionários americanos a cair mais de 1%. Segundo analistas da Schwab, empresa da Califórnia que atua no ramo bancário e de corretagem, “Os índices acionários estão em queda, com as preocupações com o crescimento global na dianteira após a divulgação de dados decepcionantes na Europa”.

FED -  A decisão ocorreu na quarta feira, em uma reunião de dois dias em que a autoridade monetária do país manteve as taxas dos EUA no intervalo de 2,25% a 2,50% com planos de alteração somente para o próximo ano.Há preocupação com o crescimento econômico para este ano.

Reservas de Petróleo - Redução do número de plataformas em operação nos EUA diminui 1,1% na semana. Um número que representa 9 plataformas operantes a menos, totalizando 824 unidades, dados da Baker Hunghes, empresa que atua no ramo de consultoria petrolífera.


Bandeira da Uniao Europeia

União Europeia

PMI de Serviços na zona do euro caiu a 52,7 pontos em março.

PMI Industrial caiu a 47,6 pontos em março.

Bolsas - Principais índices de ações operavam em queda com dados da economia da Eurozona. Investidores seguem com receio aguardando desdobramento do Brexit.

Alemanha - PMI da atividade Industrial cai a 44,7 pontos em março; PMI de serviços cai a 54,9 pontos em março. Apesar da leve queda, o mercado permaneceu forte em março, “O mercado interno continua forte, o que continua a refletir-se nas pressões salariais e crescimento robusto em todo o setor de serviços” Phil Smith – Economista do IHS MARKIT.


Reino Unido

Reino Unido

Brexit continuou pauta da semana, com a União Europeia sinalizando a data de 22 de maio para que se chegue a um acordo.

Fontes: Enfoque, Investing.com, Reuters, UOL, G1, TradingView e ADVFN.

Compartilhe

           


Gráficos Comparativos


Veja mais: