De olho no Brasil

Brasil - Evolução dos Indicadores da Agenda

14 DEZ, 2018 / POR: ACIONISTA.COM.BR

Bandeira do Brasil

IGP-10 apresenta variação de -1,23% em dezembro

Setor de serviços varia 0,1% em outubro

Vendas no varejo apresentam variação de -0,4% em outubro

Recuperação de crédito cresce 0,1% em novembro

IPC-FIPE registrou 0,15% na 1ª quadrissemana de dezembro


GráficoConfiança do brasileiro na tecnologia recua no 2S18

O Indicador de Confiança Digital (ICD) é uma pesquisa contínua que mede a perspectiva do brasileiro em relação à tecnologia frente a mudanças políticas, sociais, econômicas, ambientais ou mesmo tecnológicas, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Uma das razões apontadas pelos entrevistados foi o conturbado momento das eleições presidenciais. "Esse cenário de extrema polarização inundou a internet de conteúdo sobre o tema. Entre ideias, ataques e mentiras, o assunto foi pauta de inúmeras conversas pessoais além dos grupos de amigos e família no Facebook e WhastApp. As pessoas ficaram esgotadas. Agora os ânimos estão mais calmos, mas isso deve mudar. Com a posse do presidente eleito, o tema deve ressurgir durante os primeiros 100 dias de governo e a oposição apontará qualquer falha, incoerência ou agendas que não concorda - o que é normal. Mas, dessa vez, a discussão deverá ser menos intensa, teremos uma manifestação menor do que nas eleições. Por isso, não será uma surpresa se o índice subir", ", afirma André Miceli, Coordenador do MBA de Marketing Digital da FGV e responsável pela pesquisa.

EmpregoÍndice da ABRAMAT mostra resultados positivos em novembro

Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT) divulgou a edição de seu índice de novembro. Comparado a novembro/2017, o décimo primeiro mês do ano apontou resultado 0,4% superior no faturamento deflacionado. A comparação com outubro desse mesmo ano registra alta de 0,5%.

"Considerando os resultados acumulados pelo setor até novembro, a previsão para um encerramento do ano permanece alinhada com a projeção realizada que indicava crescimento de 1,5% em relação a 2017. Confirmada tal projeção, 2018 ficará marcado como um ano de recuperação para a indústria de materiais de construção, criando as bases para um crescimento maior em 2019" comenta Rodrigo Navarro, presidente da associação.

InadimplênciaInadimplência do consumidor avança em novembro

Os dados apontam que o volume de consumidores com contas em atraso e registrados em listas de inadimplentes cresceu 6,03% no último mês de novembro na comparação com igual mês do ano passado. Trata-se do crescimento mais acentuado para os meses de novembro desde 2011, quando a alta observada fora de 8,10%. Nos demais anos as altas haviam sido de 0,2% em 2017; 0,7% em 2016; 4,4% em 2015; 3,4% em 2014; 4,0% em 2013 e 3,9% em 2012.

Na avaliação do presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, apesar de a recessão ter chegado ao seu fim, a inadimplência do consumidor continua elevada, pois a recuperação econômica segue lenta e não se refletiu em melhora nos níveis de renda e nem em queda considerável do desemprego. 'Os dois pilares fundamentais, que são emprego e renda, ainda enfrentam percalços. Por isso que o fim da recessão não foi o suficiente para melhorar as finanças do brasileiro. O ambiente econômico vem esboçando uma retomada gradual e bastante lenta e frustrou as expectativas de que o ano de 2018 seria o da consolidação dessa recuperação', explica o presidente.


Cartões de créditoAtividade do comércio cai 0,5% em novembro

A Serasa Experian anunciou que o movimento dos consumidores nas lojas de todo o país recuou 0,5% em novembro.

Segundo os economistas da Serasa Experian, a atividade varejista em novembro foi impactada negativamente pelos excessos de feriados e suas respectivas 'pontes' que aconteceram naquele mês, diminuindo o fluxo dos consumidores nas lojas.


Fontes: Enfoque, Reuters, A Bula do Mercado, UOL, G1, TradingView e ADVFN.

Compartilhe

           


Gráficos Comparativos


Veja mais: