carteira

Grandes fortunas aumentam investimentos na Bolsa de Valores

30 JAN, 2019 / POR: GUERATTO PRESS

“Creio que o momento é de muito otimismo e isso irá refletir nas empresas listadas na Bolsa de Valores e suas ações. Por isso, estou aportando mais nesta direção e creio que o retorno compensará o risco”

Caso a reforma da Previdência seja aprovada estima-se que o Brasil possa atrair entre US$ 50 e US$ 100 bilhões para a Bolsa e mais US$ 80 bilhões de investimentos externos no decorrer do ano de 2019. Para a Sócia-Diretora da FB Wealth, Daniela Casabona, isso mostra uma onda de otimismo com o novo governo e o plano econômico de Paulo Guedes.

“O ano de 2019 já começou com diversos recordes da Bolsa e esperamos que isso continue, pois dessa forma o mercado se mantém positivo e o número de investidores passa a aumentar”, diz Casabona.

O otimismo presente se deu também por conta de o Real ser a moeda mais valorizada no mundo em relação ao Dólar e o Bovespa ter alcançado recordes históricos, isso desde a posse de Jair Bolsonaro (PSL) como Presidente do Brasil.

“Com o mercado mais otimista e os novos recordes da Bolsa as grandes fortunas apostam ainda mais na diversificação, o que é sempre muito importante, e tendem a buscar maiores rentabilidades, como por exemplo na renda variável”, explica a Sócia-Diretora.

No primeiro mês de 2019 a Bolsa chegou a bater 96 mil pontos, acumulando uma alta de quase 10%, mostrando que agora esse investimento pode significar um lucro de 45%. Algumas projeções indicam que o Ibovespa, sendo ele o índice acionário brasileiro que reúne as ações mais negociadas, seja capaz de alcançar 140 mil pontos até o final deste ano.

Os investidores também estão sentindo o clima de otimismo e se encontram mais tranquilos para correr maiores riscos, em novos investimentos e na diversificação.

“Todo investidor precisa sempre avaliar se o momento é de cautela e otimismo e fazer ajustes na sua carteira. Eu creio que o momento é de muito otimismo e isso irá refletir nas empresas listadas na Bolsa de Valores e suas ações. Por isso, estou aportando mais nesta direção e creio que o retorno compensará o risco”, diz Priscila Moya, investidora que utiliza o serviço de Wealth Management.

Gueratto Press



Veja mais: