Investidor preocupado

Especialistas comentam caos no mercado financeiro

28 MAR, 2019 / POR: GUERATTO PRESS

"Especialistas do mercado financeiro comentam o que está influenciando a moeda americana e a Bolsa brasileira".

A moeda americana vem operando em alta de 2%, chegando a ser comercializada em R$ 3,95. Já a Bolsa caiu quase 3%, batendo os 92.694,35 pontos e acumulando uma perda de 2,75%. Para o diretor de câmbio da FB Capital, Fernando Bergallo, a percepção unânime do mercado financeiro é que o Governo vem perdendo as rédeas do Congresso durante um momento absurdamente importante, próximo de pautar a Reforma da Previdência.

"Acredito que a possibilidade de a reforma previdenciária passar atualmente é de menos de 50%, pois parece que o Congresso inteiro está jogando contra o Governo. Além disso, caso a situação continue assim, existem grandes chances de Paulo Guedes deixar o Governo. Ou seja, estamos a véspera de um momento de caos, o mercado já tinha precificado a aprovação da Reforma e estávamos trabalhando com níveis de preços considerando isto como certo", explica Bergallo.

Além da Reforma da Previdência, a aprovação da PEC que visa diminuir o poder do Governo para controlar o Orçamento também afeta o mercado, já que isto vai contrário ao que o Ministro da Economia, Paulo Guedes, defende. De acordo com o analista da Nova Futura Investimentos, Alexandre Faturi, os investidores estão operando com menor tolerância ao risco, recorrendo aos ativos com maior segurança a fim de proteger seu portfólio.

"Internamente, o clima é de incerteza em relação a Reforma da Previdência, principal base do mercado. Adicionalmente, o cenário externo é bastante conturbado: crescimento econômico moderado, inversão da curva de juros nos Estados Unidos, aproximação do desfecho nas negociações comerciais entre EUA e China, deterioração da confiança no governo britânico e um Brexit extremamente prolongado. Estamos observando um movimento global de extrema cautela, e naturalmente um movimento ruim para Bolsas e benéfico ao dólar", diz o analista.

A Bolsa operava em clima de otimismo e hoje este cenário foi revertido. De acordo com Daniela Casabona, sócia-diretora da FB Wealth, o que está preocupando o mercado é se existe capacidade de articulação entre Câmara e Governo.

"Os investidores estão olhando a cena política, principalmente após a aprovação da PEC que aumenta os gastos obrigatórios e reduz o poder do Executivo sobre o Orçamento, isso é entendido de forma negativa em relação a aprovação da Reforma da Previdência e como uma derrota do Governo. A Reforma é o ponto mais sensível do país e já esperávamos grande volatilidade. Quem enxerga somente dias e semanas não pode estar na renda variável. O investidor precisa entender que o mercado financeiro é igual no mundo inteiro. Nenhuma bolsa apenas sobe, mas no médio e longo prazo ser sócio de empresas é o melhor investimento. Se não fosse assim, nos EUA, não teríamos mais de 70% dos americanos com mais de 30 anos com dinheiro na bolsa de valores", finaliza Casabona.

Gueratto Press



Veja mais: