Saber que tipo de investidor você se considera é o ponto de partida para começar a traçar estratégias de investimento ou, melhor dizendo, é por onde se inicia o planejamento para investir o dinheiro.

Junto a isso, é importante entender o mercado, saber as opções e acompanhar os resultados. Muitas vezes você deve se perguntar: Onde é melhor investir? Como posso investir meu dinheiro? O que devo fazer? Como posso lucrar mais com o dinheiro que tenho guardado ou com o dinheiro que recebo mensalmente?

Vale ressaltar que risco significa adquirir algo, seja ele bom ou ruim, diferente do esperado. Então quanto menor o risco, menor a chance de perder e também menor será o lucro. Já aquele que decide arriscar está disposto a perder quantias maiores, mas também poderá vir a adquirir maiores ganhos.

O perfil do investidor, normalmente, é classificado em três estilos: conservador, moderado e agressivo.


Cofre

Conservador

Costuma priorizar a segurança e liquidez nos investimentos, onde normalmente sua rentabilidade está entre 2% a 4% ao ano. Seus investimentos estão concentrados em renda fixa. Alguns investidores neste perfil podem chegar a investir em renda variável (normalmente ao redor de 10%), sendo uma quantidade mínima de seu capital.


Cofre aberto

Moderado

É aquele investidor que gosta de segurança, mas pode se arriscar um pouco mais, realizando investimentos mais diversificados. Calculam os riscos de perda e se protegem com investimentos mais seguros, distribuindo seus investimentos entre renda fixa e renda variável (costumam investir em: renda fixa, fundos, índices, tesouro, etc.)


Luta de boxe

Agressivo

O investidor neste perfil tem maior conhecimento do mercado, busca a maior rentabilidade possível, mesmo que tenha que se expor aos riscos que o mercado oferece (investindo acima de 60% em renda variável – bolsa, fundos, ETFs, etc). Normalmente, apesar de possuir estratégias agressivas, investem uma quantia razoável em renda fixa com o objetivo de proteger seu patrimônio.