Martelo da justiça

É justo um julgamento alterar a rotina das pessoas e gastar recursos públicos?

24 JAN, 2018 / POR: ACIONISTA.COM.BR

                                   

O julgamento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva tumultua a cidade de Porto Alegre, monopoliza atenções no país inteiro e internacionalmente.

Segurança, desvio de rotas do transportes, fechamento de espaço aéreo, repartições com expediente reduzido, tudo em função de um caso de corrupção.

Que vergonha! Um Estado falido, desfalca outras cidades do interior e do litoral para reforçar a segurança.

E a segurança do cidadão que ficou com menor número de policiais em sua cidade? E o dinheiro que está faltando para saúde e educação? E os outros tantos casos que aguardam julgamento e tem hoje um dia a menos de trabalho?

Nada disso conta. Conta a repercussão política que o caso tem, conta como se darão os arranjos políticos para as novas eleições em caso de absolvição ou condenação.

Enquanto isso assistimos, alguns manifestando-se a favor ou contra o espetáculo.

Chega de espetáculos, chega de notoriedade aqueles que devem se defender dos saques aos cofres públicos, aos que enganam deliberadamente quem os elegeu.

Que o trabalho daqueles que pensam um Brasil justo para seu povo tenham os holofotes. Segurança, Educação, Saúde, Emprego, Crescimento sejam as palavras de ordem com bases sólidas para acontecerem.

Que o dia de hoje, 24/01/18, não se repita em repercussão, mas em atos justos.