Candidatos à Presidência

Incompetência de candidatos faz o mercado sofrer. Saiba o porquê!

22 AGO, 2018 / POR: ACIONISTA.COM.BR

                                   

Nesta corrida eleitoral nenhuma novidade é encontrada e a incerteza é o que prevalece.

Pesquisas revelam que o principal concorrente nesta disputa, que nem está em situação elegível por constar na ficha suja, é o condenado e ex-presidente Lula.

Tal cenário se configura nos maiores receios do cenário doméstico, pois o "escolhido" pelo mercado, o tucano Alckmin, se mostra fraco em seus discursos e sem capacidade de decolar na disputa.

O medo dos investidores provém de preocupações com as contas públicas do país e o entendimento de que os candidatos esquerdistas são menos propensos a cuidar do equilíbrio fiscal.

Contudo nem mesmo Alckmin, comenta sobre o teto dos gastos ou sobre as reformas estruturais. Fatos que colocam os investidores a pensar que não há candidatos com viés reformista na corrida, enquanto Lula ganha força nas pesquisas eleitorais.

Mas por quê o mercado financeiro sofre?

O mercado financeiro oscila de acordo com as chances em que o candidato de maior ou menor preferência avança nesta corrida eleitoral. A escolha é para aquele candidato com maior capacidade de implementar as medidas e reformas necessárias para fazer a economia do país crescer.

Então qualquer período de incerteza é capaz de gerar uma série de impactos no mercado, levando investidores que investem na Bolsa de Valores a embolsarem seus lucros e transferir seus investimentos para ativos que representam menor risco.

Movimentos que mostram a volatilidade dos índices, os movimentos do dólar e dos preços das ações de empresas são oscilações que prometem seguir e apresentar turbulências ainda maiores, pois temos na concorrência candidatos fracos sem propostas definidas, poucas alianças e com baixa visão econômica. Fatos que promovem instabilidade e insegurança na economia, portanto o aumento da percepção ao risco acaba refletindo nos preços, tira investidores externos do país, fazendo nossa moeda e ativos locais enfraquecerem.

Alguns, em momentos de crise, saem correndo da turbulência em busca de proteção. Outros entendem que em momento de queda é onde nascem as oportunidades para ganhar dinheiro no futuro.

Ambos estão corretos, proteção e cautela são essenciais e pitadas de ousadia são importantes para quem almeja maior crescimento, renda fixa e renda variável podem se incluir nestes conceitos.

O importante é estar bem informado, entender que momentos turbulentos sempre existirão e tomar decisões com objetivo, planejamento e sabedoria.

Lembrete: invista em conhecimento! Não há melhor investimento que este, se mantenha bem informado. Invista em você!


Veja mais: