Julgamento

Julgamento, que julgamento?

12 JUN, 2017 / POR: ACIONISTA.COM.BR

           

Assistimos os ilustríssimos juízes sob diversas interpretações da mesma lei, considerar e desconsiderar delações, alegar não fazer parte da petição inicial, não caçando a chapa Dilma-Temer mesmo sendo de conhecimento os ilícitos praticados. Uma frase entre os inúmeros comentários chamou a atenção: "Como justifico para meu filho que quem pegou o dinheiro está preso, mas quem usou o dinheiro é e permanecerá presidente da república?"

Mais uma vez reina neste nosso país a impunidade em nome dos mais diferentes interesses, fazendo com que o país pare. Não há vislumbre de inibição da corrupção sem punir os infratores, principalmente sendo eles os políticos que governam este país. Os empresários são presos e pagam multas.
O cidadão brasileiro, não político de carreira, é punido.

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles e do presidente do Banco Central Ilan Goldfajn, cidadãos brasileiros que ainda acreditam neste país, saem mundo afora, para dizer que nosso país vale a pena. É claro que vale! Somos muito mais do que aqueles que infelizmente elegemos.

Reformas da previdência e trabalhista, tão necessárias , adiadas para o segundo semestre, devem ser votadas. Despesas públicas devem diminuir.

Acordemos todos para a total inobservância de nossas vontades e necessidades e nos manifestemos abertamente sobre o que queremos e principalmente sobre o que não queremos.
Que a memória não nos traia, que saibamos valorizar quem luta por nosso país e que 2018 chegue logo!