Interesse da Brookfield é "grande ajuda" para Renova

06 JUL, 2017 / POR: GUSTAVO KAHIL, MONEY TIMES

                          

O interesse da gestora canadense Brookfield na fatia detida pela Light na Renova é uma “grande ajuda” para a empresa de energia eólica, já que o negócio envolve um aumento de capital, avalia o Credit Suisse em um relatório enviado a clientes.

A Renova vem sofrendo uma grave crise financeira desde a frustrada parceria com a americana SunEdison, que entrou em recuperação judicial no ano passado.

"Estas são notícias positivas para a Renova, que pode se beneficiar grandemente do grande aumento de capital potencial", avaliam os analistas Vinicius Canheu e Arlindo Carvalho.

Segundo a Reuters, o aumento de capital seria de aproximadamente R$ 800 milhões.

O banco lembra que este é o terceiro grande movimento envolvendo a Renova este ano. O primeiro foi a venda do Alto Sertão 2 para a AES Tietê e o segundo a venda da Terraform Global para a Brookfield.

"Com os três acordos, a Renova pode melhorar consideravelmente sua situação de liquidez que era muito problemática", concluem Canheu e Carvalho.

(Com Agência Estado)