Plataforma de petróleo

Petrobras: O petróleo continuará sendo nosso?

04 OUT, 2017 / POR: ACIONISTA.COM.BR

                                   

Repercute no mercado e em todas as mídias a entrevista dada pelo Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Silva, sobre a privatização da Petrobrás, não cogitada para este governo, mas para algum outro momento.

Outras estatais estão na mira e a Eletrobras inicia seu processo de privatização.

Qual o problema da privatização? A energia seja a elétrica ou o petróleo não será mais nosso?

Se o governo permanecer majoritário, segue no mando e com fôlego financeiro para investimentos.

Se o governo for minoritário, ainda tem as regulações que podem regrar as condutas do mercado.

Agora, se o governo for omisso e atender a outros interesses que não o do atendimento ao suprimento das necessídades básicas de energia, saneamento e outros, o petróleo não será nosso, a energia não será nossa e poderemos pagar muito caro para se ter o acesso.

Haveremos de ser um país com autonomia sobre nossos potenciais hídricos, florestais e minerais.

Eletrobras, tornando-se novamente uma empresa saudável, sem interferências populistas governamentais.

E, Petrobras saneada do descrédito proporcionado pelas operações fraudulentas que participou.

O que dá lucro, é bem gerido e cumpre sua missão social, não tem porque ser privatizado.

O oposto, isto é, o prejuízo que tira verbas de outras necessidades para não resolver o problema, tem uma gestão política e não econômica e, definitivamente, não cumpre uma missão social sustentável, causa muito mais danos ao país do que benefícios ao povo.

Resta-nos acompanhar atentamente o que está sendo feito e interferir como feito recentemente em relação a revogação do decreto que liberava a mineração na Reserva Nacional do Cobre, a Renca,na Amazônia.

Estamos dando os primeiros passos no exercício pleno da cidadania. O petróleo continuará sendo nosso.