Trem descarrilhado

Cias Abertas com Governo como acionista majoritário corre risco de desgovernar, cuidado!

04 JUN, 2018 / POR: ACIONISTA.COM.BR

                                   

Companhias Abertas em que o governo tem participação majoritária podem sofrer e muito, fique atento ao risco.

Todo investimento tem riscos, alguns previsíveis, outros não.

Em 16 de maio publicamos a matéria "Volta por cima: Petrobras escapa do caos e volta a reluzir na bolsa", elogiando os resultados da Petrobrás e sua colocação em 1º lugar no Brasil e da America Latina em valor de mercado.

Já em 01 de junho "Petrobras - Futuro incerto para seu bolso", quando suas ações caíram, assim como seu valor de mercado. Em 16/05 e 01/06 as ações PN foram de R$ 27,34 para R$ 16,16 e as ON foram de R$ 31,58 para R$ 18,88.

Como alerta ao ocorrido, fica a mensagem de que, infelizmente, tudo o que em nosso país o governo tem participação majoritária, pode desgovernar, ou seja, nossa instabilidade política e econômica, pode interferir diretamente nas empresas estatais, embora se afirme não haver interferências. Administração é substituída, controle de tarifas e preços, alteração de impostos, são alguns dos motivos que afetam a credibilidade nestas companhias. Entre elas citamos Petrobras, Eletrobras, CEMIG, Sabesp, Copel.

As ações da Petrobras sobem, neste momento, 04/06/18, 17h22, as PN 8,17% a R$ 17,48 e as ON 5,72% a R$ 19,96.

É uma excelente empresa que se diligentemente administrada, com profissionais aptos como o presidente que sucede a Pedro Parente, Ivan Monteiro, já a faz retomar seu rumo de alta. Só não sabemos até quando.

Nervos de aço, para aproveitar oportunidade de compra na baixa e esperar valorizar, podendo cair novamente. O momento é instável.

Diversificação é a palavra de ordem.