CESP                                 

 
 

CESP completa 1.000 dias sem acidentes em Porto Primavera

A Companhia Energética de São Paulo (CESP) comemora a marca de 1.000 dias sem acidentes do trabalho com afastamento, na Usina Hidrelétrica Sergio Motta, conhecida como Porto Primavera. A marca é um recorde nessa unidade e se refere ao período de 4 de abril de 2006 a 30 de dezembro de 2008, envolvendo em média 500 empregados.

Contribuem para se atingir esta marca significativa as medidas de segurança e saúde adotadas no trabalho, além do compromisso e conscientização de empregados e do corpo diretivo, de acordo com os princípios de sustentabilidade adotados e incorporados pela CESP.

Destaca-se também a atuação constante dos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) e do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina no Trabalho (SEESMT). Essas equipes dão apoio constante na busca de novas tecnologias prevencionistas, visando a integridade e o conforto dos empregados.

Grau de risco 3

Uma usina hidrelétrica é considerada pela legislação de segurança e saúde no trabalho (lei 6.514) uma instalação de grau de risco três. Isso significa que as atividades desenvolvidas pela empresa apresentam um potencial de risco elevado em função de seu processo de trabalho, capaz de desencadear acidentes ou doenças ocupacionais em seus empregados. Conforme a Norma Regulamentadora (NR) 4, que trata de SEESMT, as empresas são classificadas de acordo com suas atividades econômicas, que caracterizam o grau de risco, podendo variar de 1 a 4.

Dados técnicos

A usina está localizada no rio Paraná, 28 quilômetros acima da confluência com o rio Paranapanema. A barragem é a mais extensa do Brasil, com 11.380 metros de comprimento total, incluindo as estruturas de terra e de concreto. As 14 unidades geradoras têm potência total instalada de 1.540 megawatts (MW). Entre as atividades ambientais desenvolvidas em Porto Primavera, destacam-se o sistema de transposição para peixes, formado por escada e elevador para peixes, o primeiro do gênero do País; o Museu de Memória Regional, além dos projetos de manejo de fauna e flora e os reassentamentos populacionais, que são referências nacionais.

Marca alcançada em Porto Primavera é recorde nessa unidade de produção da CESP
Crédito: Foto de José Caldas


Colegas de imprensa,
O material acima foi preparado pelo Departamento de Comunicação da CESP, pela jornalista André Rocha (Mtb. 45.653/SP). Para mais informações, nossa equipe de imprensa está à disposição pelos telefones (11) 5613-3566, 5613-3858, 9965-0359, pelo fax (11) 5613-3538 ou pelo email
inform@cesp.com.br
Saudações,
Maria Cláudia Flesch Fortes (mtps 11462)
Gerente do Departamento de Comunicação da CESP