Semanalmente, tabela atualizada da evolução do Ibovespa, do volume diário de negócios, da cotação do Dólar comercial americano e do Risco Brasil, Petróleo e ações da Petrobras com breve comentário sobre as variações ocorridas no período.


Variação Percentual dos Indicadores de Mercado
Período Ibovespa US$ Risco Brasil
12 Meses 17,52 23,48 10,33
Ano 0,25 16,17 28,33
Mês 5,27 (0,70) (9,94)
Semana 2,11 (0,47) (4,17)


Evolução dos Indicadores de Mercado

Dólar

A taxa de câmbio apresentou pequena variação durante esta semana. O dólar à vista variou de R$ 3,864, segunda-feira (09) a R$ 3,850, sexta-feira (13). A pesquisa Focus desta semana manteve a previsão da taxa do dólar de 2018 em R$ 3,70 e a de 2019 em R$ 3,60. A taxa de câmbio apresenta leve queda de 0,47% na semana e de 0,70% no acumulado do mês. Acumula alta de 16,17% no ano e de 23,48% nos últimos doze meses.

Bolsa

O Ibovespa fechou a semana aos 76.594 pontos, com alta de 2,11%, de 5,27% no mês e de 0,25% no ano. Nos últimos doze meses mantem alta de 17,52%. O giro financeiro médio diário da semana foi da ordem de R$ 9,973, bastante superior a media da semana anterior de R$ 7,217 bilhões.

A bolsa fecha terceira semana em alta, mas o volume financeiro semanal não tem acompanhado esse crescimento, mantendo-se inferior a media do ano de R$ 11,176 bilhões. O desempenho do Ibovespa no pregão de sexta-feira contou com apoio do comportamento das bolsas do exterior e das ações do setor financeiro nacional.


Comparativo com Bolsas Mundiais e Índices

Petróleo & Petrobras

Petróleo & Petrobras – O petróleo Brent fechou o movimento de sexta-feira (13) cotado a US$ 74,91 com queda de 3,80% na semana e de 6,26% no mês. No acumulado do ano apresenta alta de 11,80% e nos últimos 12 meses de 41,49%. O petróleo WTI, por sua vez, encerrou cotado a US$ 70,57 com queda de 5,01% na semana e no acumulado do mês de 5,25%. Apresenta alta de 17,47% no acumulado do ano e de 40,22% no dos últimos doze meses.

As ações PETR3 ON fecharam a semana cotada a R$ 20,58. Apresentam alta de 1,78% na semana e de 5,97% no mês. Acumula alta de 21,78% no ano e de 49,13% nos últimos doze meses. As ações PETR4 PN fecharam cotadas a R$ 18,11, com alta de 0,95% na semana e de 5,35% no mês. Acumulam alta de 12,48% no ano e de 36,47% nos últimos doze meses.

Recuaram esta semana os contratos futuros de petróleo motivado pela aversão risco decorrente do embate comercial desencadeado pelo presidente Trump com a China e pela decorrente indefinição da oferta global da commodity. A China foi o segundo maior importador de petróleo americano no primeiro trimestre do ano, conforme informação do seu Departamento de Energia. A reação chinesa às ameaças de tarifas sobre as importações americanas pelos EUA pode repercutir no valor do petróleo importado e tumultuar o comercio internacional da commodity.

16 JUL, 2018